Case de Mudança do Modelo Remuneratório



Case de Mudança do Modelo Remuneratório (Unimed Federação Minas)

 

As diárias do intercâmbio das 63 operadoras Unimed no estado de Minas Gerais possuem valores diferenciados para os diversos níveis de segurança definidos pelo SCORE Rede.

 

Para o programa de Qualificação de Rede da Federação das Unimeds de Minas Gerais, denominado MG-Hosp, foram realizadas auditorias em 330 prestadores, de 6 intrafederativas que compõem a rede.

 

Após minuciosa avaliação – baseada em check-list composto por diversas variáveis elaboradas para avaliar itens como a segurança, a qualidade e o conforto da rede – o IAG Saúde fez diversas recomendações, dentre elas:

 

  1. A Federação deve unir esforços com o estado para capacitar a rede;
  2. As intervenções de capacitações devem ser focadas em melhoria da gestão de processos usando métodos certificáveis e em investimento em infraestrutura;
  3. As atividades assistenciais de alto risco devem ser concentradas na rede referencial selecionada;
  4. As compras de serviço devem ser realizadas com ganhos de preço pela concentração;
  5. Deve ser realizada a mudança do modelo de compra de serviços pagando mais para os prestadores que entregam uma medicina mais segura e confortável.

 

A Federação Unimed Minas envidou esforços em estudo econômicos para mudar o modelo remuneratório e em setembro de 2015 passou a remunerar de forma diferenciada prestadores de serviços hospitalares quanto a segurança e ao conforto, usando o sistema SCORE Rede.